Atendimento Particular

Atendimento somente particular

Atendimento Particular

Psicoterapia para Idosos

Mais informações

Psicoterapia para Idosos

A vida é constituída por ciclos: nascimento, infância, adolescência, adultez e velhice. Cada uma destas etapas possui peculiaridades e desafios que precisam ser ultrapassados a fim de que possamos viver de forma plena e feliz. A caminhada por vezes não é fácil, mas podemos recorrer ao auxílio profissional para melhor enfrentamento das circunstâncias.

O processo de envelhecimento invariavelmente acarreta em alterações físicas, sociais, cognitivas e emocionais, sendo que cada pessoa irá vivenciar estas mudanças de forma singular. Nos aspectos físicos o corpo sofre alterações na aparência, o que para algumas pessoas é processo de difícil adaptação, pois a forma que a pessoa percebe seu corpo está intimamente ligada à sua construção de identidade.

A mobilidade, agilidade, equilíbrio e metabolismo também passam a apresentar alterações. As funções sensoriais (audição, visão, tato, olfato e paladar) encontram-se diminuídas. Nos aspectos cognitivos há uma lentidão de processamento de informações, como principal característica dos efeitos do processo de envelhecimento, seguido por queixas de memória, atenção e funções executivas (capacidade de tomar decisões, resolver problemas, automonitoramento, controle inibitório).

Alterações psicológicas

Alterações psicológicas que tem sido frequentemente reportadas em idosos são depressão, ansiedade, isolamento social, transtornos alimentares (como anorexia ou obesidade), alcoolismo, entre outras, aliando-se a situações de estresse como luto por perda do cônjuge, ou de entes queridos, separação de filhos e netos, adoecimentos e muitas vezes até por dificuldades de aceitação das mudanças mencionadas. Tais tristezas fazem o sentido da vida ir perdendo sua forma, trazendo inúmeros prejuízos tanto para sua saúde (física e mental), como para sua qualidade de vida.

A psicoterapia pode ser uma facilitadora deste processo, auxiliando o indivíduo a uma melhor adaptação a esta nova fase da vida, fortalecendo-o para um melhor enfrentamento das suas demandas. Contribuindo para que ele compreenda as mudanças que estão ocorrendo, encontre alternativas para lidar com elas, e que possa reconhecer a sua identidade nesta nova etapa da vida. A psicoterapia proporciona e beneficia vários aspectos de saúde física e mental, sendo importante ferramenta para o processo de autoconhecimento, permitindo não só olhar-se sob novas perspectivas, mas também ressignificando acontecimentos, sentimentos, comportamentos e memórias que têm influência direta na sua qualidade de vida.

A psicoterapia também proporciona ao idoso um espaço para falar de seus medos e inseguranças, garantindo a tranquilidade de não ser julgado ou criticado, o que algumas vezes acontece no meio familiar. No decorrer do processo terapêutico esses sentimentos vão sendo elaborados e vão perdendo força, tornando-se menos angustiantes, à medida que outras perspectivas mais positivas vão sendo construídas.

Resultados da psicoterapia


A terapia psicológica funciona. Não há dúvidas quanto a isso, visto os inúmeros estudos a validando cientificamente.
Mesmo assim, ainda é alvo de preconceito. Essa resistência acontece, principalmente, pois ainda existe o mito de que é preciso ser louco ou ter grandes problemas para procurar a terapia.
A sessão de terapia é voltada para todas as pessoas. Nesse sentido, vale ressaltar que procurar um tratamento psicológico não se restringe a uma minoria de pessoas com distúrbios ou problemas sérios.
Os resultados esperados são inúmeros e é impossível fazer uma previsão geral para todos os casos, já que cada caso é único e singular.
Entretanto, podemos ressaltar que o tratamento traz à pessoa, ao longo da psicoterapia, uma maior possibilidade de reflexão, flexibilidade na forma de pensar e maior conscientização em relação a si e a sua própria vida.
As suas escolhas são feitas de forma mais consciente e segura. A pessoa passa a adquirir uma maior capacidade de se autoperceber, podendo refletir sobre seus próprios sentimentos, percepções e pensamentos.
Ainda, a psicoterapia auxilia o paciente a encontrar recursos em si próprio para dar conta da realidade e das suas angústias, podendo viver de forma mais livre e criativa.

#fazerterapiafazbem

Benefícios da Psicoterapia

01 – Saúde Mental
Ter saúde mental é fundamental para que você possa se conectar melhor com o mundo. Contribui nos relacionamentos e na maneira de lidar com o outro. Ajuda a alcançar suas metas pessoais e profissionais, e principalmente, traz qualidade de vida.

02 – Autoconhecimento
O autoconhecimento implica em conhecer a si mesmo, saber sobre os aspectos mais profundos de sua personalidade que moldam suas atitudes e comportamento.
Mas nem sempre é fácil trilhar o caminho do autoconhecimento. A nossa mente possui um emaranhado de atribuições, barreiras, crenças, vícios, processos internos que, na esfera do inconsciente, permanecem fragmentados e escondidos. É aí que entra a psicoterapia! Ela irá conduzi-lo de forma que você compreenda a si mesmo, suas fraquezas e fortalezas. Ela possibilita que você se torne a melhor versão de você.

03 – Relações Saudáveis
Você aprende a definir melhor suas prioridades, aprende a afastar-se daquilo que não te faz bem e também encontra maneiras mais assertivas de resolução de conflitos externos.

Psicoterapia para Idosos

Outros serviços

Psicoterapia para Adultos

Psicoterapia para Casais

Psicoterapia para Adolescentes

Informações

O que é ansiedade?

O que é depressão?

FAQ

Perguntas Frequentes

Fazer psicoterapia é um ato de amor para consigo mesmo e para com o outro.

É buscar autonomia para lidar com as dificuldades. É ter a coragem de olhar para si.

É se amar acima de qualquer coisa, é se querer bem, é se encher de carinho.

Fazer psicoterapia é acreditar que apesar de todas as dificuldades da vida, há sempre algo pra fazer que vai ajudar a aliviar aquilo que dói, aquilo que parece nunca ter um fim.

Fazer psicoterapia é dar uma chance para uma vida mais livre e mais alegre.

No início do tratamento, a frequência ideal é de uma a duas sessões por semana. A depender de cada caso.

As sessões têm duração média de 50 minutos, mas não é uma regra, há sessões que podem necessitar de mais tempo e há casos em que são encerradas pouco antes.

Atualmente atendo presencialmente e online, através de ferramentas de vídeo-chamada.

Qualquer pessoa pode fazer terapia online, desde que esteja em um ambiente calmo, tranquilo, livre de interferências e possua acesso à internet.

 

IMPORTANTE: Para respeitar e garantir o sigilo profissional e pessoal entre os envolvidos no processo, todos precisam estar usando fones de ouvido.

Não há como sabermos de antemão por quanto tempo vai durar a terapia. Isso é relativo, depende de cada caso, do quanto o paciente está engajado na psicoterapia, ou até mesmo até onde vai o desejo do paciente em se conhecer. Mas o tratamento tem início, meio e fim, possibilitando que o paciente tenha seus objetivos terapêuticos alcançados.

A psicoterapia tem como objetivo, ajudar uma pessoa a atravessar um momento difícil, ajudar na elaboração de experiências do seu passado que causam dor, sofrimento e repetição ou até ajudar pessoas que buscam autoconhecimento e qualidade de vida. Em resumo, qualquer pessoa pode fazer terapia a qualquer momento e só se beneficiar com essa escolha.

Embora tenha uma tabela padrão, o valor das sessões é variável e flexível. O valor é sempre definido na primeira sessão.

A primeira sessão é uma oportunidade para nos conhecermos, para você saber como eu trabalho, para você falar um pouco sobre você e definirmos as regras do atendimento, como valores e horário das sessões.

Entre em contato

Preencha o formulário e tire suas dúvidas ou consulte sobre nossa disponibilidade de horários para atendimento.